O natal é a época em que as pessoas mais compram. Portanto, é preciso estar atento às dicas que preparamos para que você possa usufruir das compras de natal da melhor forma possível.
Natal é época de presentear. Portanto, os consumidores costumam comprar muito mais que em qualquer outra época do ano. Mas é preciso ter cautela.

Peça Nota Fiscal

Nunca deixe de solicitar a nota fiscal dos produtos adquiridos.
É a nota fiscal que pode comprovar o detalhamento da sua aquisição, como valor, produto e data da compra.
Portanto, não esqueça de pedir suas notas fiscais em suas compras de natal. E saiba que o fornecedor é obrigado a emitir a nota.
Caso algum lojista se negue a fornecer, procure o Procon de sua cidade.
Além disso, se você precisar trocar ou devolver algum produto, com certeza a loja exigirá a apresentação de nota fiscal.

Direito ao arrependimento

Você sabia que, sempre que realizar compras pela internet ou televendas, você tem o direito de se arrepender e solicitar a devolução do valor pago?
É isso mesmo! Sempre que a compra for realizada fora do estabelecimento comercial, seja por internet ou telefone, o consumidor tem o prazo de 7 dias para se arrepender da negociação, podendo devolver o produto e reaver o valor pago.

Confira sempre o valor

Fique sempre alerta ao valor de seus produtos.
Na correria e na loucura das vendas de natal, não é raro que alguns produtos possam estar com valores equivocados na etiqueta.
Portanto, sempre que passar suas compras de natal no caixa, verifique se os valores estão corretos e correspondem com o preço anunciado.
As lojas são obrigadas a cobrar peo preço que está anunciado nas etiquetas.
Infelizmente, é muito comum acontecer essa situação: um produto apresentar um valor na etiqueta e outro valor diferente no sistema.
Portanto, tenha cautela e fique de olho!
Na época do natal, principalmente nas semanas que antecedem a data, é comum que as lojas estejam superlotadas e que haja muita distração.

As lojas podem cobrar juros?

O Código de Defesa do Consumidor prevê em seu artigo 52, que o fornecedor deve informar ao consumidor sobre o valor à vista e sobre todas as taxas de juros nas compras a prazo.
Os lojistas até podem cobrar valores diferenciados para os pagamentos realizados à vista. E essa prática é bastante comum, pois dessa forma o comerciante não precisa arcar com taxas de cartão de crédito.
Mas saiba que é necessário que os consumidores sejam previamente avisados acerca da cobrança de taxas e juros relacionados aos parcelamentos.

Portanto, fique atento, faça suas compras de natal com calma e com cautela.
Evite terminar o ano com problemas em suas compras.

Compras de natal e o CDC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *