O dia a dia da advocacia está em uma constante de altos e baixos.

Em uma semana a rotina do advogado está muito tranquila. Na outra, o mesmo escritório está tão atarefado, que seus colaboradores nem se veem.

Da mesma forma, é comum vermos profissionais entrando apressados nos Fóruns. Também é comum advogados que ficam até tarde nos escritórios, só para protocolar aquela petição com o prazo estourando.

Acontece que, a forma como um advogado gerencia seus prazos processuais é determinante para o futuro de sua carreira.

Se você quiser, a Publicações Online também pode ajudar na sua carreira, acesse.

Mesmo que seu escritório já tenha uma carteira de clientes que o deixa em uma posição confortável, o caminho que o advogado vai continuar seguindo também depende:

  • de como suas ações são organizadas;
  • das intimações que são cumpridas.

Sabe aquele advogado que vive no limite dos prazos? Aquele advogado que deixa tudo para a última hora?

Pois é, ele passa a impressão de que conta só com a sorte. Foi a sorte que o trouxe até ali, e não o conhecimento e autoridade que possui nas áreas em que se especializou.

Dessa forma, de nada adiantam noites gastas estudando um caso quase impossível de reverter, se o advogado não desenvolve uma estratégia de cumprimento de tarefas eficaz.

Uma estratégia capaz de dar tempo para colocar todo seu conhecimento em prática.

Assim, o advogado que desenvolve um sistema de prazos eficiente, em sintonia com sua rotina de trabalho e a rotina da sua equipe, sairá na frente dos demais. Não porque protocolou a petição com tempo sobrando e por isso pode ficar descansado, mas sim porque se preparou antes, demonstrando toda a responsabilidade com que cuida de suas ações.

Dessa forma, um procedimento com uma organização eficiente dos prazos, refletirá diretamente na carreira do advogado, já que cada ação terá a atenção que merece. Além disso, o profissional estará pronto para os contratempos da Justiça.

Saem ganhando tanto o cliente quanto o advogado.

Saia na frente dos demais! Descubra mais sobre o Controle de Prazos Fatais:

 

COMO PRAZOS ALAVANCAM CARREIRAS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *