Com o advento da tecnologia, o mundo jurídico aderiu totalmente às ferramentas atuais. Porém, o processo eletrônico conta com um excesso de plataformas tão significativo, que começou a atrapalhar o cotidiano do advogado.

 

Excesso de plataformas no processo eletrônico

O processo eletrônico, sem dúvida alguma, foi um salto tecnológico no mundo jurídico. Porém, com os diversos tribunais e cortes espalhados por todo o país, foi criado um excesso de plataformas. Afirmativamente, esse excesso de plataformas prejudica o andamento dos escritórios.
Dessa forma, cada sistema utiliza um tipo de navegador diferente, versões diferentes e, além disso, configurações diferentes nos computadores.
Ademais, não basta ter todos os navegadores, todas as versões e configurações diferentes. Além disso tudo, ainda precisa ter o aprendizado sobre as particularidades de cada plataforma. Ufa! Realmente não é fácil!
Existem escritórios de advocacia que possuem diferentes computadores, com diferentes configurações e versões de navegadores instalados, para suprir as necessidades. Portanto, os escritórios precisam se moldar e encontrar alternativas para gerir essas plataformas da melhor forma possível.

Minimizando as dificuldades

Diante disso, o sonho de todo advogado seria a uniformização das plataformas. Dessa forma, acabaria com o excesso de plataformas e as dificuldades de acompanhar e gerir todas elas.
Porém, o caminho para acabar com o excesso de plataformas ainda é longo. Cada tribunal entende que suas necessidades são supridas de formas diferentes. Dessa forma, vimos que ainda estamos longe de conseguir resolver esse problema.
Assim, o advogado precisa encontrar formas de organizar sua rotina e lidar com o excesso de plataformas no processo eletrônico.
Uma forma de minimizar as dificuldades com relação a isso é a aquisição de um bom software jurídico.
Dessa forma, mantendo a gestão estratégica muito bem alinhada, você conseguirá se organizar da maneira adequada. Assim, o sistema jurídico conterá todas as informações necessárias para a rotina diária, sem necessidade de acessar as plataformas.
Uma boa organização e uma boa gestão podem reduzir muito os danos causados pelo excesso de plataformas no processo eletrônico.
Outro grande aliado, e talvez o mais importante, é o serviço de captação de intimações. Esse serviço facilita muito a rotina do advogado, visto que as publicações são captadas e enviadas diretamente ao advogado. Dessa forma, não há necessidade de ficar acompanhando os processos e suas publicações em cada plataforma de diferentes tribunais.
Assim, com a contratação desse serviço, o advogado facilita sua vida e consegue ter muito mais tempo produtivo em seu escritório.
Resumindo, é preciso contar com os serviços tecnológicos disponíveis e realizar uma boa gestão estratégica para lidar com o excesso de plataformas, pois estamos longe de ver o problema de fato resolvido.

Processo eletrônico: solução para excesso de plataformas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *